PROJETOS MODERNOS NOS LIMITES DA CIÊNCIA

Caption Lines Here
21 set 2018
15:10 - 15:40
Museu do Amanhã

PROJETOS MODERNOS NOS LIMITES DA CIÊNCIA

Está claro que a declaração do Stephen Hawking sobre o século 21 é verdade: nós agora estamos na era da complexidade. E a complexidade, no sentido científico da palavra, está nos limites da ciência: no ponto onde os modelos atingem seus limites rígidos tentando prover um maior entendimento de sistemas reais do mundo.

O gerenciamento moderno de projetos claramente chegou nesse limite, e precisa abraçar a complexidade que não pode mais ser representada apenas no enorme numero de linhas num gráfico Gantt, mas deve ser relacionado às cadeias de suprimentos globais, aos processos emergentes que surgem continuamente e à uma enormidade de elementos físicos e virtuais interligados em sistemas de engenharia.

Este CUBO Talk discute como os avanços do início deste século focam em ajudar computadores a “entender” complexidade: de linguagens de modelagem de leitura de máquina a algoritmos que inferem relacionamentos no “big data”. No entanto, essas técnicas não necessariamente facilitam a engenharia dos relacionamentos intencionais que formam as interdependências dos “grandes projetos” de hoje.
Vamos discutir como o poder computacional pode ser usado para lidar com a complexidade de forma diferenciada: como uma ferramenta pode facilitar o entendimento natural humano em lidar e até mesmo explorar a complexidade dos projetos modernos, e possibilitar mais a inovação na gestão para o futuro.

Haverá tradução simultânea

Papo Certo! | Série Global Summit 2: Complexidade em Projetos, com Robert Smith