CONSTRUINDO O METRÔ MAIS CARO DO MUNDO: A LINHA DA 2ª AVENIDA DE NOVA YORK

20 set 2018
09:00 - 13:00
IBMEC

CONSTRUINDO O METRÔ MAIS CARO DO MUNDO: A LINHA DA 2ª AVENIDA DE NOVA YORK

Dr. Michael Horodniceanu, o homem responsável pelo design, construção e entrega da linha de metrô da 2a Avenida da cidade de Nova York, quer sua opinião de como ele gerenciou a primeira grande adição ao complexo metroviário da cidade em 70 anos. A cidade de Nova York é extremamente dispendiosa de se construir, hostil a forasteiros, e mentalmente debilitante de se praticar gerenciamento de projetos em escala Mega. Desapropriar propriedades de enorme valor e manter ruas e avenidas abertas aos negócios enquanto se explodia dinamite fez parecer fácil cavar os túneis do metrô a 50 metros de profundidade. Encontre o mestre da construção e engaje com ele numa conversa sobre como o trabalho foi feito bem ou se poderia ser feito melhor.

Horodniceanu o levará numa viagem de 10 anos através de disputas políticas ferozes, os conflitos de planejamento e os desafios de engenharia e construção do que historiadores chamaram em dado momento da “coisa mais famosa que nunca foi construída”. Provando que qualquer coisa pode ser construída com inteligência, honestidade, e claro, dinheiro. Junte-se a Horodniceanu quando ele compartilhar de como ele deu visitas guiadas particulares aos moradores mais impactados pela construção do metrô da 2a Avenida. E lhes disse que sua agência tinha mentido para eles e que ele ia mudar essa prática.

A honestidade de Horodniceanu fez muitos políticos de Nova York se contrariarem. Mas sua expertise provou ter um valor imensurável para os mesmos políticos. O metrô da 2a Avenida provocou declarações empolgadas de um público previamente apático na virada do ano de 2017.  Venha e desafie Horodniceanu com suas perguntas mais difíceis de como o trabalho no Brasil poderia ser feito melhor assim como projetos nos EUA. Discuta também outros projetos dele do passado e alguns ainda em andamento em Nova York. Pense junto para descobrir a cura para o equivalente mundial à gripe comum: tráfego congestionado. Discuta como ele possibilitou muitas das mudanças em Nova York que fez da cidade um dos polos mais quentes para se fazer negócios do planeta.

Haverá tradução simultânea